Síntese do Segundo dia da Semana de Moda Masculina Verão 2016 em Paris

Síntese do Segundo dia da Semana de Moda Masculina Verão 2016 em Paris

Aconteceu nessa quinta-feira dia 25 de Junho o Segundo dia da Semana de Moda Masculina de Paris, que tem como objetivo, trazer e mostrar as principais tendências de moda em shapes, cores, estampas, tecidos para a próxima estação. E o destaque do post de hoje vai para três grifes dentre tantas que se apresentarão no segundo dia de desfile.

Louis Vuitton

A coleção da Louis Vuitton Verão 2016, criada pelo estilista Kim Jones, foi inspirada em suas referências sobre o sudeste asiático e sobre os anos 80. Com isso, muitas calças com a cintura mais alta, jaquetas esportivas e uma bela brincadeira com listras e grafismos. Do oriente, as estampas de pássaros, macacos, a fauna e a flora que ele interpretou em pijamas que vão para as ruas, conjuntos de camisas e calça que ganham mais personalidade com um tecido que brilha, e os belos acessórios que irão para as mãos mais descoladas e endinheiradas do planeta. As sandálias dão um ar tropical esportivo às combinações, e a julgar pela primeira fila, os tênis brancos voltaram direto dos anos 80 para os dias de hoje.

3.1 Philip Lim

O azul, junto com preto, branco e areia vêm se consolidando como as cores para a temporada verão 2016. O desfile da 3.1 Phillip Lim apresentou um contraste em sua coleção: cores sóbrias e modelagem extremamente inovadora. Amplitude continua sendo a palavra chave quando os estilistas mostram esse novo luxo na moda, que é o conforto. Ainda aqui conseguimos ver o macacão como peça chave da temporada, as listras – que já apareceram quase que unanimemente nessa temporada – e os blazers com abotoamento duplo. A ideia de que o homem pode ir para a rua com pijama, seja em formato de terno ou de kaban oriental, vale aqui também. Aliás, o oriental também empresta sua rigidez militar para algumas peças da apresentação. A estampa com folhas e galhos dá um respiro para as flores que não param de brotar nas passarelas em Paris.

Rick Owens

Os desfiles do americano Rick Owens sempre foram muito comentados. Essa foi uma das primeiras apresentações em Paris para o verão 2016 que a tendência sem gênero foi explorada. Apesar de ser uma semana de moda masculina, os casacos apresentados podem virar vestidos nos corpos de algumas belas mulheres, e algumas peças/vestidos que desconstruíam peças do vestuário masculino, como camisetas e camisas de mangas longas, criaram um belo impacto. Para os olhos atentos parecia que faltava vestir a roupa, mas era de propósito, quase como um questionamento: a roupa precisa vestir de acordo com os costumes? A resposta está aqui na incrível apresentação do estilista. Além do jeans, o vinil, o couro e tecidos mais encorpados sem acabamento exibiram o DNA da marca: ousadia pura com experimentos de moda.

Renata Nani

0 comentários para "Síntese do Segundo dia da Semana de Moda Masculina Verão 2016 em Paris"
Deixe seu comentário
Nome*:
Email*: (não divulgado)
Website:
Comentário*: